segunda-feira, 18 de julho de 2011

[Resenha] Jason Lethcoe - Asas

Sinopse: Quando a mãe de Edward morre, sua tia o envia para um sinistro colégio reformatório, chamado Fundição. Lá, Edward começa a sentir uma misteriosa e perturbadora coceira nas costas. Além disso, tem a impressão de que, quando se irrita, torna-se capaz de mover objetos com o poder da mente. Após uma briga na biblioteca com Grude, um dos maiores encrenqueiros do colégio, os dois acabam como prisioneiros de Chicotada Scruggs, uma perversa criatura que parece conhecer o destino de Edward. Este é salvo pelo sr. Spines, estranho ser metade homem, metade porco-espinho. Spines revela a Edward que ele é um Guardião, responsável por conduzir e proteger as almas no Vinhedo, um mundo intermediário entre a vida e a morte. Assim, Edward descobre que tem uma missão: salvar sua mãe, prisioneira da maior força maligna do Vinhedo, o Chacal e seu exército de Guardiões decadentes, a quem irá combater com toda a sua energia.
Então galera, vamos então a mais uma resenha, desta vez proveniente da nossa parceria com a Editora Farol, que me enviou um exemplar deste lançamento bem desejado, o "Asas" de Jason Lethcoe. Eu tive uma esperança de que não fosse mais um livro na moda de escrita sobre anjos caídos, mas o autor conseguiu escrever rasamente sobre este tema de uma maneira curiosamente diferente. Em uma miscelânea de "As Crônicas de Spiderwick" e "Nárnia", Jason criou uma estória que poderia ter se desenvolvido melhor, revelando algumas coisas essenciais que fariam diferença para o entendimento geral da obra.

O enredo é interessante, principalmente a ideia que envolve isso tudo, mas creio que o livro ocultou informações demais dos personagens, suas razões de estarem ali, por mais que isso prenda o leitor, a gente sente falta de explicações. Nem tudo poderia ser revelado, tudo bem, mais alguma coisa deveria pois muitas coisas ficaram sem sentido. Fazemos muitas perguntas de "Porque?" durante a obra, gostaria que algumas delas tivessem sido respondidas nesse livro um. Até cogito que no próximo volume o autor esqueça um pouco o enredo e explique demais, já que deixou tudo para os próximos livros.
A criatura retorcida sabia se esconder, pois vinha fazendo isso há muito e muito tempo. Era atarracado feito um toco de árvore, e os espinhos pontiagudos que lhe serviam de cabelo escapavam para todas as direções por baixo de uma velha cartola. Mas apesar de sua aparência estranha, quase animal, os olhos amendoados da criatura reluziam uma profunda inteligência. Eram olhos que já haviam visto coisas demais ao longo dos anos.
Os personagens são bacanas, gostei especialmente do nome deles, como "Chicotada Scruggs", "Spines", "Sariel" e "Artemis", são criativos e benéficos na parte da identificação de cada um. Formam um bom contraste, mais nenhum se destaca mais que o outro além do protagonista, nenhum cativa o leitor para que nós acompanhemos suas falas atrás de uma tirada divertida ou irônica ou nada do tipo, dá pra ver que eles foram bem trabalhados, mas nenhum é interessante ao ponto de fazer o livro subir de nível. 

Os cenários poderiam ter sido um pouco mais detalhados ao meu ver, algumas criaturas também que fica difícil de visualizar mentalmente. Contudo, boa parte do livro se passa em cidades e bairros dos Estados Unidos, o que pode ajudar a ter uma ideia por onde os personagens estão passando. Não me entendam mal, mas eu gosto que algumas dúvidas, aquele suspense todo seja um pouco resolvido no primeiro livro, isso deixa um horizonte todo aberto e livre para o objetivo do livro e do protagonista em si. Quando isso não acontece, no caso de "Asas", onde tudo foi deixado para os próximos livros, fico com essa impressão de que a obra não cumpriu muito o seu papel comigo. Quero ler o próximo livro, "Voo", e saber se a história evoluiu, melhorou e principalmente solucionou minhas dúvidas cruciais!
- [...] Nunca voei tão depressa com essas estúpidas asas de réptil. Parece que vão despencar.
- Talvez, se não enchesse a pança o tempo todo, as coisas fossem mais fáceis para você - disse Sariel, lançando um imperioso olhar para Artemis. - Não admira que seja eu quem tenha de fazer tudo por aqui. Você é um imprestável.
- Ora, você não passa de um rato de esgoto metido a besta - retrucou Artemis. - Você precisa ver como está feia. Eu pelo menos posso perder peso.
- Retire o que disse!
- E se eu não retirar?

A diagramação é incrível, o Scott Altmann fez um trabalho incrível com a capa que é perfeita, Já adorei a capa do segundo livro (Flight) e a do terceiro livro (Song) que seguem este mesmo padrão de elegância. As cartas que o Edward segura na capa são envernizadas, até as que estão ao vento, e o título, "Asas", é em alto relevo. Uma coisa que me incomodou foi a falta da "orelha" (acho que não é esse o nome, mas é o que eu sei), que no livro não há. Os capítulos são finos, dando mais ritmo à história, você não fica com a sensação de que está lendo muito e não sai do lugar, até porque os pontos de vista alternam do Sr. Spines para Edward e vice-versa. A arte no começo dos capítulos mostra o cuidado da edição para conosco, a fonte, tudo combina muito com o enredo e acaba formando um padrão, tanto a capa quanto essa arte interna, marcando a série em questão, o que é bem positivo.

O livro termina na página 140, mas as páginas não cessam por aí, depois deste "final", há um glossário com termos usados e ainda não usados neste livro um, o que é bem bacana, já que somos inseridos numa realidade totalmente nova, muitas dúvidas podem ser tiradas ali. Depois há um capítulo - não especificado se é o primeiro ou não - do próximo livro, "Voo", que deixa um gostinho de quero-ler-logo-esse-volume-dois, pois parece que a história irá engrenar daí. 



- Para início de conversa, o lugar que você está falando se chama Vinhedo - ela ergueu o olhar para Edward com uma expressão série -, e no que diz respeito a ser "mau", eu realmente não sei como responder. Acho que você poderia dizer que cometemos um grave erro. Mas a principal diferença entre nós e os Terrícolas é que não caímos porque queríamos servir o Chacal. Todos nós caímos por um motivo completamente diferente - a voz de Sariel tremeu um pouco e seu olhar se perdeu pela janela.

Eu realmente espero que o enredo melhore, pois tem tudo para virar sucesso e cair nas graças de nós, blogueiros, e consequentemente, do público. A leitura é rápida e nada difícil, gostosa até certo ponto. E já digo de cara que esse protagonista, o Edward, é um idiota que dá vontade de entrar no livro só para bater nesse garoto e dizer "PARA DE SER IDIOTA!", mas agora que tem um romance começando, acho que ele melhorará no fator personalidade. Pela ideia ser ótima e o livro promissor, dou a nota que dou, aguardando o próximo livro, onde eu quero criar asas na leitura, coisa que não pude fazer neste primeiro livro dessa nova série. Ainda.
Há sete pontes entre os mundos
e cinco delas se partiram.
A sexta não tem amurada para se agarrar
e a sétima foi roubada.
Cativos então, os mortos errantes
por uma época giraram pelo mundo.
Quando a meio caminho do reino mortal,um construtor retornará,
sua língua enrolada entoará a canção,
os campeões se levantarão,
mas o Terrícola decaído ou o gentil Guardião
sua sorte decidirá.

Título: O Misterioso Sr. Spines #1 - Asas
Autor: Jason Lethcoe
Editora: Farol (DCL)
Número de páginas: 166
Avaliação: 3,5 de 5.

13 comentários:

  1. Parece realmente gostoso de ler este livro. Não sei se é aquiiiilo tudo, mas vou querer ler! Já li várias resenhas dele, já está me deixando curiosa. Gostei da resenha, ^^ Beijos!

    Rachel Lima
    http://etcoetra.blog.br

    ResponderExcluir
  2. Eu tô louco por este livro! E fico feliz em saber que se difere dos livros sobre anjos que tanto ouvimos falar... Adorei a capa e o enredo!
    Ah, cara, você é um leitor exigente, hein? De todos as resenhas que leio aqui, por mais que o livro seja bom e você goste, ainda sim você encontra algumas falhas... Você tem um bom senso crítico, é objetivo e escreve bem! Parabéns!!!!

    Um abraço.
    Jonathan Henrique
    @Jonathan_HGF

    ResponderExcluir
  3. Achei a capa desse livro linda e a sinopse me interessou bastante... Adoro esse "climinha" estilo Nárnia.
    Mas ultimamente, as resenhas que ando lendo estão me desanimando quanto a lê-lo... UASHUSAH.
    Ótima resenha :)
    Beeeijos

    Marina - http://distribuindosonhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, Caíque!!
    Adorei a sua resenha!
    Achei a história interessante e apreciei muito conferir aqui o seu ponto de vista como sempre bem sincero e sucinto.
    Tenha uma ótima semana.
    Bjos.


    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  5. Yeeeeeeeee *-* rs
    Ok, eu realmente me animei pra ler o livro! IUASHEUIH apesar de ser meio ruim o fato da falta de informações dos personagens e muita explicação do mundo, eu até relevo isso por ser primeiro livro de uma série, eu fiquei sim com vontade de ler :P
    Parece bem legal, e pensava que esse menino era tipo uma criança, saber que não, que vai ter romance me anima mais *0* kkkkkkk

    Beijos, nanda
    www.julguepelacapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Caíque!
    Pois é, já aconteceu antes de o primeiro livro de uma série deixar muitas informações faltando... Acho isso errado, como você disse, alguma coisa deve ser respondida.
    Ah, e li em outra resenha que essa capa é um superspoiler, rs.
    Beijos,
    Tah

    ResponderExcluir
  7. Oi Caíque!

    Livros muito finos costumam ter esse probleminha né? Ou ficam faltando muitas coisas, ou as cenas acontecem rápido demais. "/ É uma pena, mas como tem continuação talvez melhore nos próximos. A ideia do livro é realmente interessante, tomara que o "Voo" te agrade mais! ;) hahahahaha, bate no Edward, bate! hhaahaha..
    Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    Amanda
    Lendo&Comentando

    ResponderExcluir
  8. Ah, estou louca para ler Asas, acho a capa super fofa e a sinopse me interessou bastante. E morri de rir quando você disse que da vontade de entrar no livro só para dizer pro personagem parar de ser idiota 'Haha. Enfim, sua resenha ficou bem legal xD.

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir
  9. Lindo poster, parabéns!
    Obrigada pela visita no Falando de livros!
    Seguindo seu blog, adorei!

    Abraço!

    www.falandodelivros.com

    ResponderExcluir
  10. Adorei seu Blog. e ja me tornei segudor!! me siga tbm. Hoje no nosso site tem leilão 100% Grátis
    www.bidubidu.com.br... Se cadastre.

    Blog: http://bidubidu.blogspot.com/

    Sucesso!!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Caíque :)
    Qdo li a sinopse, já fiquei interessada. Esse é o tipo de livro que gosto. Aventura, mistério, romance, fantasia.
    Só fiquei um pouco decepcionada qdo vc disse que a história poderia er sido mais desenvolvida e muitas questões ficam em aberto, até os livros seguintes.
    Mas ainda assim quero ler. Não conhecia essa série. E se vc ficou ansioso pela continuação, é pq deve ser mesmo uma história incrível!
    Mais um que vou add no Skoob pra ler qdo puder. :D


    Bjs ;)

    ResponderExcluir
  12. Não vejo a hora de poder conferir esse livro, parece ser bacana!

    Beijos, Kamila.

    http://vicio-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Nossa, é muito ruim saber que nenhum personagem te cativa. D: E uma coisa é manter um mistério, outra é deixar o leitor sem informações sobre os personagens. SHAUSUHASHUSHA . Gostei dessa resenha, a primeira eu li uma coisa e essa já é super diferente. Bom saber disso. *O*

    ResponderExcluir

A sua opinião é mais do que bem-vinda aqui no blog. O único pedido é que você seja cortês ao expressá-la, evitando o uso de termos ofensivos e preconceituosos. Assim, todos poderemos manter uma discussão saudável e bastante proveitosa. Obrigado!